Telefone / Whatsapp: (41) 9 9643-7333

Clínica de tratamento em Curitiba para crises emocionais, estresse, ansiedade, pânico, depressão e problemas afetivos e sexuais

Artigos

Os dois tipos de desejo sexual masculino e feminino

O desejo sexual, assim com as demais fases da resposta sexual humana, foi estudado detalhadamente por Master and Johnson, nas décadas de 1960 e 1970. Em seus estudos eles estabeleceram o que ficou conhecido como as fases da resposta sexual humana e aceito como modelo único durante décadas. Neste modelo eles definiram uma sequência contínua […]

Reconstituição, a sexta e última fase do ciclo da Compulsão Sexual

A última fase do ciclo da compulsão sexual é caracterizada pela busca de reorganização da vida pelo compulsivo sexual, e depende do grau de prejuízo por ele percebido. Nesta fase a pessoa compulsiva pode fazer exames para infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), se alimentar melhor, verificar o estrago em suas finanças, tentar colocar em dia tarefas […]

Arrependimento, a quinta fase do ciclo da Compulsão Sexual

Durante ou após a fase de ação do ciclo da compulsão sexual, a pessoa compulsiva entra na fase de arrependimento, cujo impacto depende de dois fatores importantes: o grau de prejuízo experimentado durante a fase de ação e quantidade de distorções do pensamento apresentadas pelo compulsivo sexual. O prejuízos experimentados podem ser conjugais, familiares, sociais, […]

Ação, a quarta fase do ciclo da Compulsão Sexual

A quarta fase do ciclo da compulsão sexual ocorre quando a pessoa compulsiva coloca em ação prática seus comportamentos sexuais excessivos, com riscos diversos para sua saúde, finanças, trabalho, relacionamento afetivo, reputação e autoestima. deste modo é importante lembrar que toda forma de dependência de sexo vai além da simples busca de prazer sexual, pois […]

Preparação, a terceira fase do ciclo da Compulsão Sexual

Uma vez disparados os gatilhos do comportamento sexual compulsivo, a pessoa que sofre deste transtorno sai da fase de dormência e entra na fase de preparação, quando então inicia os arranjos e as práticas que antecedem a ação sexual propriamente dita. Esta fase pode durar horas, dias, semanas ou mesmo meses, e a utilização de […]

Gatilhos, a segunda fase do ciclo da Compulsão Sexual

A fases dos gatilhos do ciclo da compulsão sexual é, como o próprio nome indica, a fase em que algum gatilho mobiliza a pessoa compulsiva a deixar a fase de dormência e entrar novamente nos comportamentos sexuais disfuncionais. Aparentemente os gatilhos surgem “do nada”, mas é o aumento da tensão psicoemocional que frequentemente os ativa. […]

Dormência, a fase 1 do Ciclo da Compulsão Sexual

Na fase de dormência do ciclo da compulsão sexual, a pessoa compulsiva tem a impressão de que está no controle de seus impulsos sexuais, está em uma fase de funcionamento aparentemente tranquila de seu comportamento sexual. Mas isso nem sempre é real, pois pode estar momentaneamente substituindo o sexo por outras compulsões, como, por exemplo, […]

A dor da pessoa que descobre que sua parceria sofre de compulsão sexual

Quando uma pessoa descobre que sua parceria tem comportamento sexual compulsivo, seja homem ou mulher, o impacto costuma ser duplo, pois a descoberta da compulsão sexual e da infidelidade do parceiro acontece ao mesmo tempo. Algumas pessoas já desconfiavam ou mesmo já conheciam algum ato inadequado ou mesmo alguma situação de infidelidade sexual da parceria, […]

Conheça o ciclo da compulsão sexual

Toda pessoa que sofre de compulsão sexual funciona dentro de um ciclo de alternância entre controle e descontrole dos comportamentos sexuais compulsivos. Esse ciclo é didaticamente dividido e  6 etapas, que serão brevemente explicadas a seguir. As 6 fases do ciclo da compulsão sexual Fase de dormência: nesta fase o comportamento sexual compulsivo está “dormente”, […]

Disfunção erétil induzida por pornografia

A disfunção erétil (DE) afeta homens a partir dos 40, e principalmente após os 50 a 60 anos, quando surgem as causas orgânicas derivadas do estilo de vida e da genética.  Abaixo de 40 anos a DE era bem pouco frequente até a década de 80. Ocorre que pesquisas médicas recentes de sexologia encontraram uma […]