fbpx

Amor e Sexualidade em Curitiba

Sofrimento psicológico e emocional importante pode ter origem em diversos problemas sexuais e afetivos, tanto individuais como de casal. E a clínica Dr. Lincoln Andrade oferece avaliação e tratamento para vários desses problemas através da sexologia médica.

Trata-se de uma área complexa da saúde, na qual conhecimentos de medicina clínica, urologia, ginecologia, endocrinologia, psiquiatria e psicologia se entrelaçam, constituindo a área da sexologia médica, cujo objetivo são os cuidados da saúde sexual e afetiva de homens e mulheres.

As disfunções sexuais podem ter muitas causas, e o tratamento depende de uma avaliação clínica bastante detalhada, realizada por profissional especializado.

Os tratamentos costumam produzir bons resultados, mas muitas pessoas não procuram tratamento por vergonha ou por não saber a quem recorrer. Infelizmente trata-se de um assunto tabu em nossa sociedade, o que ocasiona desinformação.

Os recursos de tratamento podem envolver aconselhamento, terapia sexual,  psicoterapia individual e de casal, cuidados médicos especializados e uso de medicamentos.

Conheça abaixo os tratamentos da área de sexologia clínica e saúde sexual e afetiva oferecidos pela clínica Dr. Lincoln Andrade:

Disfunção erétil (conhecida como popularmente como impotência sexual)

Uma das mais angustiantes causas de queixas sexuais masculinas, a disfunção erétil (DE) afeta homens de diferentes faixas de idade, geralmente por motivos diferentes. Em nossa clínica, atendemos frequentemente homens jovens e de meia idade com DE de origem psicológica e homens com mais de 50 anos com DE de origem orgânica. A DE de origem orgânica vem sempre associada a repercussões psicológicas.

Independente da causa, trata-se sempre de uma espécie de urgência masculina, com forte impacto sobre a qualidade de vida do homem. Infelizmente, por vergonha, medo de constrangimento e até mesmo desinformação, muitos homens não procuram atendimento especializado em sexologia clínica, perdendo assim a chance de melhorar de modo significativo sua vida sexual.

Ejaculação rápida (precoce)

Trata-se de um transtorno extremamente comum em homens de qualquer idade, e costuma causar inibição sexual, constrangimento, disfunção erétil, perda da libido e mesmo depressão e abuso de etílicos. Em qualquer faixa etária, a ejaculação rápida é mais frequente do que a disfunção erétil, sendo considerada a mais comum disfunção sexual do homem. Um número desconhecido de homens deixa de procurar tratamento especializado em sexologia devido a vergonha de se expor, o que contribui para o agravamento do problema. O tratamento correto produz ótimo resultado, com grande melhora da qualidade da vida sexual do homem e de sua parceira.

Compulsão sexual

Pessoas com compulsão sexual tem pouco ou nenhum controle sobre seus impulsos sexuais. Geralmente são homens, mas também há mulheres compulsivas. Os compulsivos sexuais costumam ter vida sexual oculta dos seus cônjuges, e vivem divididos entre o prazer , a culpa e o sentimento de descontrole. Quando sua vida sexual oculta é descoberta pelo parceiro, ocorre grande sofrimento para ambos os parceiros, e até divórcio.

Dependência de pornografia e masturbação compulsiva

Trata-se de quadro psiquiátrico conhecido como dependência comportamental. Nele não há dependência de uma substância química, mas dependência do comportamento sexual compulsivo. A dependência de pornografia causa prejuízo à vida da pessoa acometida devido ao descontrole do comportamento sexual, além de prejudicar imensamente a vida sexual dentro do casamento.

Crises emocionais devido ao término de relacionamento amoroso

O final de um relacionamento amoroso sempre é difícil, e em muitos casos pode ser devastador, afetando não somente o equilíbrio emocional, mas também a saúde física da pessoa afetada.

Crises emocionais por descoberta de infidelidade

A descoberta de infidelidade do(a) parceiro(a) é quase sempre um evento traumático, por vários motivos. Em primeiro lugar, o modo como costuma ser descoberta a infidelidade: atualmente via whatsapp, facebook , telefonemas anônimos ou através de amigos. Em segundo lugar, porque a pessoa traída descobre rapidamente que o fato já era conhecido de muitas pessoas, frequentemente por amigos e colegas de trabalho da pessoa que está sendo infiel e mesmo de seus próprios amigos.*

Quem está vivenciando a perda de um relacionamento amoroso, ou  a descoberta de infidelidade, tem que lidar com vivências de abandono, rejeição, solidão, desvalorização pessoal, humilhação e perda da autoestima.

Precisa também lidar com um tsunami emocional, que envolve tristeza, raiva, medo, carência, ódio, ansiedade intensa, angústia, insônia, perda de apetite, incapacidade para se concentrar no trabalho e até ideação suicida, tarefa difícil para quem já está muito fragilizado(a).

Ciúme patológico

O ciúme patológico ocorre com pessoas que sentem ciúme excessivo o tempo todo, em qualquer situação, sempre com a impressão de que o parceiro é infiel, sempre achando que ele olha para pessoas do sexo oposto com interesse afetivo ou sexual. Trata-se de quadro psiquiátrico capaz de destruir qualquer relacionamento, exigindo tratamento medicamentoso e psicológico.

Amor patológico

A pessoa que sofre de amor patológico vive insegura no relacionamento, não consegue se afastar do parceiro e entra em pânico ao menor sinal de afastamento ou desinteresse demonstrado pelo mesmo. É capaz de atitudes extremamente impulsivas e mesmo perigosas para manter o vínculo amoroso. Assim com acontece com pessoas que sofrem de ciúme patológico, o tratamento envolve medicamentos e psicoterapia.

Disfunção sexual causada por um transtorno psiquiátrico ou medicamento antidepressivo

Trata-se de redução ou perda da libido, assim com dificuldade de ereção e demora excessiva para chegar ao orgasmo, quando causado por  problemas psiquiátricos ou uso de psicofármacos. estresse elevado, ansiedade ou depressão, ou como efeito colateral de medicamentos antidepressivos ou ansiolíticos.

Pode afetar ambos os sexos e pode ter variadas causas, entre elas estresse excessivo,  depressão, ansiedade ou uso de medicamentos para tratar ansiedade (ansiolíticos), depressão ou outros distúrbios psiquiátricos.

A melhora da função sexual prejudicada nas situações acima relacionadas  requer avaliação e tratamento adequado do distúrbio emocional/mental do paciente.  Quando a disfunção é causada por medicamentos, muitas vezes é possível buscar melhorar a função sexual pelo ajuste da dose, mudança dos medicamentos ou associação de medicamento que melhora a resposta sexual. Há, porém, casos em que não é recomendável a mudança dos medicamentos devido a gravidade do quadro psiquiátrico.

Baixo desejo sexual

A perda da libido ou o baixo desejo sexual afeta homens e mulheres, prejudica muito a vida afetiva e sexual e raramente tem solução fácil, necessitando de avaliação diagnostica bastante detalhada e diferentes recursos terapêuticos. O resultado de tratamento varia muito, na dependência de cada paciente e de cada contexto. Apesar de todo progresso obtido com a liberdade sexual, a anorgasmia ainda hoje é motivo de insatisfação sexual  para muitas mulheres.

 

Dificuldade para atingir o orgasmo

A falta de orgasmo em mulheres geralmente tem várias causas, o que faz com que o tratamento exija a utilização de variados recursos.  Dificuldade de orgasmo em homens é algo bem menos frequente do que em mulheres, e frequentemente tem origem mista, orgânica e psicológica. O resultado do tratamento em geral é bom, mas depende de cada paciente e de cada contexto.

Dr. Lincoln c. Andrade costuma dizer que seu trabalho se inicia pelo respeito aos sentimentos de quem sofre por problemas afetivos e sexuais.

Ficamos felizes em saber que já conseguimos ajudar muitas pessoas a enfrentar difíceis momentos em sua vida amorosa  e superá-los.

Caso você esteja sofrendo devido a problemas afetivos ou sexuais, não fique paralisado(a) devido a medo de se expor nem tome atitudes impulsivas ou impensadas. Agende sua consulta com Dr. Lincoln Andrade e receba todo suporte de que necessita. Fones (41) 30391890 e 996437333.

Dr. Lincoln C. Andrade é especialista em sexualidade humana pela  Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e tem 15 anos de experiência no atendimento de pacientes com problemas sexuais e afetivos. É também médico psiquiatra, com residência médica em psiquiatria pelo hospital das clínicas da USP e vinte anos de experiência no atendimento de pessoas passando por estresse elevado, ansiedade, pânico e crises emocionais de qualquer origem.

"Nosso trabalho começa pelo respeito às pessoas que nos procuram para tratamento devido ao sofrimento causado por problemas afetivos e sexuais".

Para saber mais sobre os problemas afetivos e sexuais listados acima, e sobre  tratamento, clique em artigos sobre amor ou artigos sobre sexualidade