fbpx

Transtorno de Ansiedade generalizada, a doença da preocupação exagerada

O que é Transtorno de ansiedade generalizada?

A preocupação exagerada e constante com tudo e com todos, familiares e situações de todo tipo, e a incapacidade de relaxamento, é chamada de Transtorno de Ansiedade generalizada (TAG), afetando parte significativa da população. Trata-se daquela situação em que a pessoa está continuamente preocupada, em que as preocupações se alternam e se sucedem, nunca dando trégua à pessoa acometida.

Além disso, as preocupações são caracterizadas como "improdutivas", o que significa que não costumam ajudar a pessoa preocupada. Preocupações produtivas são aquelas que conduzem a ação e resolução de um problema real ou bastante provável de acontecer.

A mente preocupada tem um modo característico de funcionar, que se divide em 3 fases:

  1. Manifestação espontânea de pensamentos intrusivos, desagradáveis, e que geram aflição
  2. Ativação de crenças negativas a partir dos pensamentos intrusivos, crenças sobre risco, ameaça e impotência
  3.  O processo de preocupar-se entra em funcionamento

A preocupação excessiva no TAG tem características típicas, citadas abaixo:

Ansiedade antecipatória: a pessoa antecipa possíveis ou improváveis problemas, e sente que antecipando a ocorrência de possíveis problemas estará se protegendo de algum risco futuro

Pensamento catastrófico: expectativa de uma desfecho muito grave, muito prejudicial de qualquer situação temida

Incapacidade de lidar com incertezas: tentativa de se certificar de que a catástrofe temida não vai ocorrer

Tentativa de controlar o futuro: incapacidade de aceitar que a vida envolve riscos

Ansiedade alta: sensação de nervosismo ligado ao ato de se preocupar, estado de tensão, inquietação, desgaste

Resolução ineficaz de problemas e perfeccionismo: a pessoa busca soluções perfeitas para seu foco de preocupação, busca atingir um alto nível de sensação de alívio e segurança ou proteção,  sem sucesso, pois o futuro é incerto

Sensação de que caso não se preocupe estará dando margem para que ocorra a catástrofe, o que conduz a uma necessidade absoluta de se preocupar

Em resumo: o processo de preocupação envolve esforço para evitar as preocupações, o que só faz com que aumentem. Esse processo é denominado metapreocupação. Ele envolve a busca de alívio e tranquilização, mas o futuro é caracterizado pela incerteza. Envolve a sensação de impotência, pois  a pessoa com TAG não consegue confiar em suas capacidades de resolução de problemas e não encontram soluções perfeitas. Finalmente, a pessoa tenta a todo custo evitar sentir a ansiedade ligada à preocupação e se preocupar, o que reforça todo o processo. A pessoa então se sente sem saída.

O resultado final de todo esse sofrimento é a sensação de nervos a flor da pele, fadiga, tensão muscular, irritabilidade, dificuldade de concentração e perturbação do sono, entre outros sintomas.

O TAG é grave?

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) tem níveis diferentes de gravidade. Quando grave, causa grande sofrimento e desgaste emocional e físico, com angústia, inquietação, perda de energia, tensão e dores musculares, cansaço, dificuldade para dormir e muitos outros sintomas,  como dor de cabeça, insônia, problemas digestivos, taquicardia, respiração ofegante, etc. A qualidade de vida da pessoa com TAG costuma ser bastante ruim.

Não é comum as pessoas se preocuparem com alguma coisa?

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) não deve ser confundido com preocupações comuns da vida de todas as pessoas. O TAG costuma ter início cedo na vida, o que leva a pessoa que sofre deste transtorno a pensar que todas as pessoas são assim, ou que as pessoas não se preocupam o suficiente com os riscos da existência. Como citado acima, as preocupações são improdutivas, pois a pessoa não consegue se livrar delas ou tomar atitudes resolutivas, mantendo um círculo vicioso de preocupação e tensão nervosa, constantemente em estado de alerta.

 Por se tratar de condição persistente deve ser foco de tratamento, pois costuma “passar ” dos pais para os filhos, como uma herança negativa e prejudicial.

Qual a causa do TAG?

Pessoas muito ansiosas tem fatores genéticos associados, mas no caso do TAG existe frequentemente uma espécie de “hereditariedade ambiental", ou seja, frequentemente pessoas com TAG são filhos que cresceram à sombra de pais muito preocupados e aprenderam a estar sempre em estado de alerta

O Transtorno de ansiedade generalizada é fácil de diagnosticar?

Frequentemente o paciente com TAG não é corretamente diagnosticado, pois costuma agendar consultas com médicos generalistas, quase sempre com queixa de sintomas físicos, recebendo tratamento sintomático para as queixas físicas do momento. Caso o médico esqueça de investigar o funcionamento psicológico do paciente, acaba não percebendo o transtorno de ansiedade generalizada. De modo irônico, apesar das queixas serem principalmente orgânicas, o tratamento adequado desses pacientes é psiquiátrico.

Qual é o tratamento do TAG?

O tratamento envolve psicoterapia cognitiva para controle dos pensamentos preocupantes, técnicas de relaxamento físico e mental e psicofármacos, este último pelo menos no início do tratamento.

Texto do Dr. Lincoln C. Andrade.
Permitida reprodução desde que citada a fonte (autor e site)

Acesse nosso canal no youtube (clique aqui) e inscreva-se para receber notificações de novos vídeos da escola de saúde mental Dr. Lincoln Andrade

*Dr. Lincoln C. Andrade é médico psiquiatra com residência médica  pelo hospital das clínicas da USP (HC/RP-USP), especializado no atendimento de pacientes em crises emocionais, estresse elevado, medo e pânico. Tem vinte anos de experiência na área. É também especialista em sexualidade humana pelo projeto sexualidade do hospital das clínicas da faculdade de medicina da USP (HC/USP). Criou e mantém em sua clínica o programa CALMA, para tratamento do transtorno de pânico, e o o Centro de  relaxamento profundo, de medicina integrativa, mente e corpo. Dr. Lincoln também mantém um canal no youtube, a Escola de saúde mental, para  o ensino gratuito sobre saúde mental e qualidade de vida.

Atendimento presencial, por telemedicina (para todo Brasil) e domiciliar. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333.

 "Clínica Dr. Lincoln Andrade, a clínica de referência no tratamento da crise emocional em Curitiba."

 

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário