fbpx

Transtorno bipolar do humor e comorbidades psiquiátricas e clínicas

Comorbidade significa a presença de mais de um transtorno mental ou doença clínica em uma mesma pessoa, o que é a regra e não a exceção quando se trata de transtorno afetivo bipolar.

Conheça abaixo as comorbidades mais frequentes do transtorno bipolar:

  1. Abuso e dependência de bebidas alcoólicas e drogas: além de comum, a comorbidade entre transtorno bipolar e abuso e dependência de álcool e drogas está associada a maior taxa de recaídas, baixa adesão ao tratamento, humor depressivo e maior risco de comportamento violento e suicídio. Envolve consumo de maconha, cocaína, sedativos e anfetaminas frequentemente. Homens fazem uso de álcool em maior número e mulheres se tornam dependentes com mais facilidade.
  2. Transtornos de ansiedade: é comum a comorbidade entre transtorno bipolar e os diversos transtornos de ansiedade, com especial importância para o transtorno  de pânico e a fobia social. Essas comorbidades estão claramente relacionadas com pior evolução do transtorno bipolar ao longo do tempo. Certos episódios de depressão agitada bipolar podem se parecer com transtornos de ansiedade grave e conduzir a um tratamento incorreto. Pacientes bipolares com transtorno de pânico compõem a comorbidade mais comum entre os transtornos de ansiedade e  apresentam episódios depressivos mais facilmente, maior risco de suicídio e funcionamento global pobre. As crises de pânico são também muito mais frequentes entre bipolares com transtorno de pânico.
  3. Transtorno de deficit de atenção e hiperatividade: a comorbidade entre transtorno bipolar e TDHA  não só é frequente como os sintomas de ambos os transtornos podem se sobrepor, dificultando o diagnóstico, principalmente entre adolescentes. Essa comorbidade também aumenta o risco de uso abusivo de álcool e drogas.
  4. Transtornos alimentares: a comorbidade parece ser mais comum na bulimia, mas pode haver anorexia e compulsão alimentar periódica. As pesquisas apontam também taxa maior de transtornos alimentares entre bipolares do que na população geral.
  5. Transtornos de personalidade: transtornos de personalidade são caracterizados por traços, características de personalidade que dificultam o convívio social e prejudicam a vida da pessoa como um todo. Esses transtornos podem preceder ou estar associados ao transtorno bipolar, e estão relacionados a evolução ruim, persistência de sintomas, aceitação precária do tratamento e prejuízo funcional maior entre os pacientes bipolares. Transtorno de personalidade borderline é o transtorno de personalidade mais comum entre bipolares. É comum o diagnóstico equivocado de transtorno de personalidade borderline em certos estados de humor bipolar, levando a erros de tratamento.
  6. Transtorno de controle dos impulsos: são comportamentos de difícil controle, recorrentes e prejudiciais à própria pessoa. Transtornos de controle dos impulsos como o jogo patológico, as compras compulsivas e o comportamento agressivo são frequentes entre bipolares.
  7. Transtornos sexuais associados à parafilia: apesar de pouco estudados, os comportamentos sexuais associados à parafília, como compulsão sexual, dependência de pornografia e masturbação compulsiva são frequentes entre bipolares.
  8. Doenças clínicas: muitas doenças não psiquiátricas estão associadas direta ou indiretamente ao transtorno bipolar. Entre elas pode-se destacar a obesidade, diabetes melito e doenças cardiovasculares. Muitos medicamentos utilizados para a estabilização do humor contribuem com ganho de peso, e a compulsão alimentar associada a estados emocionais negativos contribui da mesma forma para o ganho de peso e mesmo para o risco de síndrome metabólica.

Os graves sintomas do transtorno bipolar de humor e as comorbidades psiquiátricas comuns ao  transtorno deixam claro a necessidade de tratamento integral do paciente bipolar, que envolvam os aspectos psiquiátricos, psicológicos, físicos, sociais, conjugais-familiares e profissionais. Somente assim a pessoa com transtorno bipolar terá qualidade de vida. Do contrário o mais comum é uma vida fragmentada, interrompida em seu curso normal ou prejudicada a cada mudança importante de humor.

O tratamento de quadros psiquiátricos complexos, como os acima citados, requer tratamento em clínica especializada em saúde mental, assim como grande experiência do médico psiquiatra. Em nossa clínica buscamos tratar o paciente com quadro psiquiátrico complexo do modo mais abrangente possível, pois somente assim é possível chegar a um resultado realmente gratificante.

Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333

Texto de autoria do Dr. Lincoln Cesar Andrade*

Permitida a reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site).

*Dr. Lincoln C. Andrade é médico psiquiatra, com residência médica pelo HC/USP, especializado no atendimento de pessoas em crise emocional, estresse, transtornos de ansiedade e pânico. Tem vinte anos de experiência no atendimento de pessoas em crise emocional de qualquer origem. Criou e mantém em sua clínica o programa CALMA, especializado no tratamento de ansiedade e pânico. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333. A clínica Dr. Lincoln Andrade oferece um programa de tratamento ambulatorial para dependência química e alcoolismo, para pacientes em busca voluntária de tratamento.

"Clínica Dr. Lincoln Andrade, a clínica de referência no tratamento do estresse elevado,  ansiedade, pânico e crises nervosas em Curitiba".

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário