fbpx

Paciência e calma, o exercício de uma arte perdida

Você já parou por algum tempo para refletir sobre o real significado de ter paciência e manter a calma?

Caso sua resposta seja negativa, saiba que se trata de uma reflexão essencial nos dias atuais, tão acelerados e desgastantes, nos quais tudo precisa ser imediato.

Paciência e calma nos remetem a manter uma relação mais próxima com nossa mente e não apenas com o mundo à nossa volta. Quem não tem paciência e calma vive tentando controlar tudo e se desgasta demais no processo, pois trata-se de uma missão fadada ao fracasso.

A pessoa paciente entende que esperar com calma não significa apatia, mas sabedoria. Quase tudo que tem importância na vida exige algum tempo para reflexão, amadurecimento e obtenção de resultado a médio e longo prazo. Viver em busca de atender demandas sociais, profissionais e financeiras sem uma reflexão calma a respeito desses assuntos é um dos caminhos mais comuns do adoecimento físico e mental.

Mas paciência e calma não vêm de graça. Nossa impaciência e irritabilidade nascem conosco, são necessárias no início da vida para nossa sobrevivência. O choro do bebê é um apelo urgente por alimentos e cuidados. Portanto paciência e calma precisam ser aprendidas e exercitadas diariamente. Daí a importância de manter um certo foco em como nossa mente e corpo reagem ao estresse, como o meio ambiente nos influencia e, principalmente, quanto controle conseguimos ter sobre nossas reações ao ambiente.

Indo mais além: em que proporção nos guiamos por aquilo que de fato é importante? Com que frequência confundimos necessidades com desejos? Quanta urgência criamos ao tratar desejos como necessidades essenciais?

Ao ler este artigo talvez você pense que se trata de mais "bla bla bla" de autoajuda, mas peço que tente entender o seguinte: somente a partir do hábito de refletir com cuidado e de exercer algum controle sobre sua mente você poderá nortear sua vida. Lembro aqui uma frase que li há muito tempo a respeito de finanças, que tento reproduzir abaixo:

"Caso você não controle sua vida financeira, alguém fará isso em seu lugar. Se isso acontecer, provavelmente o resultado não será bom para você".

O controle da mente começa por cuidados simples, como prestar atenção nos conteúdos que você permite que  habitem sua mente diariamente. Um bom exemplo é o hábito de assistir noticiários e novelas ao chegar em casa a noite, duas fontes de estímulos negativos terríveis, puro lixo que penetra sua mente, perturba seus sentidos e prejudica seu sono.

Imagine-se abandonando este péssimo hábito e lendo um bom livro, assistindo um bom filme (hoje a netflix permite isso sem grande despesa) ou conversando com familiares? Percebe como a diferença seria enorme? Uma mudança assim já seria um exercício inicial maravilhoso de reflexão, mudança de hábito e bom uso da mente.

Para ficar bem claro: o exercício da paciência e da calma também é um hábito, que pode ser aprendido quando você dá permissão a si mesmo para isso. Quanto mais frenético o ritmo do quotidiano, mais controle interno precisamos exercitar.

Para concluir este artigo sobre paciência e calma transcrevo abaixo a letra da belíssima música "Tocando em frente", de Almir Sater e Renato Teixeira, uma reflexão esplêndida sobre  a sabedoria de seguir a vida com calma e paciência, respeitando seu curso e seu sentido.
Acesse o Youtube goo.gl/CRqomR

Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais..

Hoje me sinto mais forte
Mais feliz quem sabe?
Eu só levo a certeza do que muito pouco sei..
Ou nada sei..

Conhecer as manhãs e as manhãs...
O sabor das massas e das maçãs...
É preciso amor pra poder pulsar..
É preciso paz pra poder sorrir..
É preciso a chuva para florir..

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente..
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada
Eu vou...estrada eu sou...

Conhecer as manhãs e as manhãs...
O sabor das massas e das maçãs...
É preciso amor pra poder pulsar..
É preciso paz pra poder sorrir..
É preciso a chuva para florir..

Todo mundo ama um dia..todo mundo chora..
Um dia agente chega..o outro vai embora..
Cada um de nos compõe a sua historia..
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz de ser feliz....

Conhecer as manhas e as manhãs...
O sabor das massas e das maçãs...
É preciso amor pra poder pulsar..
É preciso paz pra poder sorrir..
É preciso a chuva para florir..

Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais..
Cada um de nos compõe a sua historia..
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz...de ser feliz..

Texto de autoria do Dr. Lincoln Andrade.

Permitida e reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site)

Dr. Lincoln C. Andrade é médico psiquiatra, com residência médica pelo HC/USP, especializado no atendimento de pessoas em crise emocional, estresse, transtornos de ansiedade e pânico. Tem vinte anos de experiência no atendimento de pessoas em crise emocional de qualquer origem. Criou e mantém em sua clínica o programa CALMA, especializado no tratamento de ansiedade e pânico. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333.

"Clínica Dr. Lincoln Andrade, a clínica de referência no tratamento do estresse elevado,  ansiedade, pânico e crises nervosas em Curitiba".

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário