fbpx

Compulsão sexual (donjuanismo, satiríase e ninfomania)

A compulsão sexual pode acometer homens, quando é denominada popularmente de satiríase ou donjuanismo, e também mulheres, conhecida então como ninfomania.

A compulsão sexual se caracteriza por algumas, e as vezes todos os componentes abaixo:

  1. Pensamentos obsessivos sobre sexo e relações sexuais
  2. Busca compulsiva por contatos sexuais
  3. Entrega cada vez mais intensa e frequente para obter satisfação sexual (tolerância)
  4. Mal estar físico e/ou psicológico ao tentar reduzir ou controlar a atividade sexual (abstinência)
  5. Muito tempo, energia ou dinheiro utilizado com atividade sexual, masturbação ou em busca de estímulo sexual, como pornografia por exemplo.
  6. Fracasso ao tentar controlar a compulsão sexual
  7. Exposição e comprometimento da imagem pessoal, dos relacionamentos ou do trabalho devido ao descontrole sexual
  8. Persistência do comportamento mesmo com prejuízo evidente

As causas da compulsão sexual tem fatores biológicos, psicológicos e sociais, e o tratamento tem similaridade com o tratamento de dependentes químicos, pois envolve a busca de autocontrole, mudança de estilo de vida, lidar com frustração e mesmo uso de medicamentos.

O primeiro passo para o tratamento é admitir que o problema é real e precisa ser modificado. Como em qualquer comportamento compulsivo, isso exige humildade e determinação, sem o que não é possível superar a compulsão.

Texto escrito pelo Dr, Lincoln c. Andrade*

Permitida a reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site).

Dr. Lincoln Andrade é medico psiquiatra especializado no tratamento de pessoas em crise emocional, estresse, ansiedade e pânico. É sexólogo formado pelo projeto sexualidade (PROSEX) do hospital das clínicas da USP, com 10 anos de experiência na área. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333.

 

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário