Aversão ao local de trabalho

Ao acordar para ir ao trabalho você se angustia, sente o coração disparar, a respiração pesada, precisa se esforçar para se dirigir à empresa ou sente vontade de deixar rapidamente o local, tal o nível de mal estar que sente? Então você pode estar apresentando fobia do local de trabalho, uma das situações mais dramáticas do estresse ocupacional!

Sintomas da aversão ao local de trabalho

Os sintomas acima são reações fóbico-ansiosas que indicam aversão ao local de trabalho. Pessoas nesta condição muitas vezes chegam ao local de trabalho e não conseguem entrar, sentem tremores, palpitações, angústia, respiração pesada, apresentando até desespero, choro e mesmo crises de pânico. Reações emocionais desta magnitude demonstram que a pessoa chegou a um nível elevado de estresse no trabalho e, caso nada seja feito, podem vir a adoecer em curto período de tempo.

Causas da aversão ao local de trabalho

Os motivos para aversão ao local de trabalho são diversos, desde severos problemas de relacionamento com chefia ou colegas de ocupação, sobrecarga de tarefas, ritmo muito rápido de trabalho, ambiente insalubre, assédio moral e mesmo problemas pessoais importantes transbordando para o local de trabalho. Independente da causa, a pessoa que apresenta a condição acima descrita deve procurar ajuda especializada o mais brevemente possível, para evitar o agravamento do quadro fóbico e o adoecimento.

Tratamento da aversão ao local de trabalho

O tratamento envolve inicialmente avaliação da causa imediata da fobia do local de trabalho, que deve ser realizada por médico psiquiatra experiente na área ocupacional, seguida de avaliação dos sintomas físicos e emocionais (nível de estresse no trabalho) e de possíveis problemas de saúde associados. Em seguida institui-se o tratamento adequado, que pode abranger aconselhamento, uso de medicamentos para controle dos sintomas fóbico-ansiosos e/ou depressivos, controle de possíveis descompensações metabólicas como diabetes e hipertensão e mesmo imediato afastamento do trabalho, o que não é incomum nestes casos.

Texto de autoria do Dr. Lincoln C. Andrade*
Pode ser reproduzido e publicado, desde que seja citada a fonte (autor e site)

*Dr. Lincoln Andrade é médico psiquiatra especializado no atendimento de pacientes em crise emocional, estresse elevado, ansiedade e pânico. Trabalha há 20 anos no atendimento de pacientes em crise emocional e tem 10 anos de experiência na área de psiquiatria ocupacional e do trabalho. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333.

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário