O risco de suicídio entre pessoas com transtorno de pânico

Apesar das controvérsias da literatura científica sobre a associação de transtorno de pânico com risco de suicídio, alguns aspectos do risco de suicídio relacionado ao pânico são conhecidos. Seguem abaixo algumas das situações que podem conduzir a um risco maior de tentativas de suicídio efetuadas por pessoas que sofrem da doença:

  1. Quando a pessoa tem as primeiras crises de pânico muito intensas e não encontra tratamento adequado, mesmo depois de múltiplas visitas a pronto-atendimentos médicos
  2. Quando devido a sensação de morte iminente, própria das crises de pânico graves, a pessoa acredita estar com doença física grave e que vai morrer
  3. Quando devido a gravidade das crises de pânico a pessoa acredita estar enlouquecendo
  4. Pessoas com transtorno de pânico associado ao uso de drogas ou alcoolismo
  5. Pessoas com depressão significativa associada ao transtorno de pânico
  6. Mesmo pessoas com transtorno de pânico sem outros problemas associados apresentam taxas maiores de suicídio do que a população geral

Transtorno de pânico é um quadro psiquiátrico importante, que nada tem a ver com loucura e cujo risco de morte iminente é um evento raro, geralmente ligado a pessoas com doenças cardiovasculares de maior gravidade.

Também é importante frisar que o transtorno de pânico é perfeitamente tratável, ou seja, a pessoa acometida pode voltar a ter vida absolutamente normal com tratamento adequado.

Todo paciente com crises de pânico deve ser sempre avaliado por médico psiquiatra experiente, para que sejam descartadas outras possíveis causas de ocorrência de crises, e para que e as crises de pânico sejam controladas o mais rapidamente possível. Quando há suspeita de risco de suicídio, a pessoa acometida deve ser levada imediatamente para avaliação psiquiátrica. Jamais se deve subestimar o risco de suicídio!

Texto escrito pelo Dr. Lincoln C. Andrade*

Permitida a reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site)

*Dr. Lincoln Andrade é médico psiquiatra especializado no tratamento de crises emocionais, estresse e transtornos de ansiedade. Criou e mantém em sua clínica o programa CALMA, especializado no tratamento completo do transtorno de pânico. Agendamento de consultas pelos fones (41) 30391890 e 996437333.

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário