Estresse, ansiedade e insegurança financeira

Qualquer texto sobre estresse e ansiedade cita a necessidade de atividade física, relaxamento, lazer e tempo para a família com maneiras eficazes de enfrentamento das tensões e exigências do dia-a-dia.

Sem duvida todas essas ações ajudam no controle do estresse e devem ser praticadas, mas o  que ninguém parece lembrar é que tudo isso será insuficiente no caso de problemas financeiros. O motivo é que para o ser humano a busca de segurança é uma necessidade básica, e no mundo moderno o dinheiro é necessário para quase tudo, representando a segurança.

Segundo Abraham Maslow, um dos gênios da psicologia, o ser humano tem suas necessidades organizadas em uma hierarquia, que ficou conhecida como hierarquia das necessidades humanas de Maslow, onde em primeiro lugar estão as necessidades fisiológicas (alimento, água, sono e sexo), seguida da necessidade de segurança e proteção. Sem a sensação de segurança e proteção o ser humano entra imediatamente em situação de estresse e ansiedade elevada, e tudo mais se torna secundário.

Portanto é fácil perceber que desemprego ou uso inadequado do dinheiro, como gastos excessivos ou sem critério, podem causar sensação extrema de insegurança e grande ansiedade em momentos de privação. Qualquer pessoa que tem filhos e precisou de dinheiro além de suas possibilidades entende isso perfeitamente.

Como a sensação de insegurança financeira vem a insônia, a tensão, a preocupação constante e a perda da qualidade de vida individual e familiar. Por isso o cuidado com a vida financeira é um dos mais importantes fatores de prevenção do estresse que uma pessoa pode adotar. Qualquer tempo gasto com estudo de comportamento financeiro e controle de impulsos de consumo será um excelente investimento. E quanto mais cedo na vida você investir em conhecimento financeiro melhor será sua perspectiva de viver com baixo  nível de estresse.

Texto escrito pelo Dr. Lincoln C. Andrade

Permitida a reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site)

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário