Ansiedade: a doença dos pensamentos preocupantes

A característica central da pessoa ansiosa, seja uma ansiedade momentânea ou persistente, é a produção de pensamentos preocupantes. Em outras palavras: a pessoa se torna refém de seus pensamentos de preocupação.

Frequentemente a pessoa ansiosa relata que os pensamentos de preocupação não cessam, que as vezes parecem cessar, mas basta alguns minutos de mente desocupada para eles retornarem. E o pior, isso acontece também a noite, dificultando muito o sono. A ansiedade afeta a mente e o corpo, causando perturbação do funcionamento harmônico do organismo.

Alguns fatores geram mais ansiedade do que outros, sendo a preocupação financeira a mais frequente na população em geral. No entanto, para pessoas que sofrem de um transtorno persistente de ansiedade qualquer motivo pode causar preocupação: filhos, cônjuge, saúde, etc.

Para tratar a preocupação que causa ansiedade e as sua consequências  há recursos farmacológicos, psicoterápicos e técnicas de relaxamento físico e mental, mas é preciso também organizar a vida.

Para haver paz de espírito é muito importante tratar a ansiedade.  Caso a pessoa ansiosa esteja  passando por severos problemas, o tratamento funcionará como atenuante do sofrimento mental, emocional e do desgaste físico, ajudando a manter a energia e o ânimo para que se possa enfrentar as dificuldades.

Texto escrito pelo Dr. Lincoln Cesar Andrade

Permitida a reprodução e divulgação desde que citada a fonte (autor e site).

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário